A exploração do pequi na região norte de Minas Gerais: abordagem por meio do Sistema Agroalimentar Localizado

Autores

  • Pietro de Almeida Cândido Universidade Federal de Alfenas
  • Guilherme Cunha Malafaia Universidade de Caxias do Sul (UCS)
  • Marcelo Lacerda Rezende Universidade Federal de Alfenas

Palavras-chave:

Sistema Agroalimentar Localizado, SIAL, Desenvolvimento local-regional, pequi

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a extração do pequi no norte de Minas Gerais utilizando a abordagem do Sistema Agroalimentar Localizado (SIAL), pela organização de produtores e empresas associadas por suas características e seu funcionamento a um território específico. O fruto do pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.), com ocorrência no cerrado, é explorado, prioritariamente, de forma extrativista. Sua exploração tem importância socioeconômica para a população do norte de Minas, que é, por sua vez, uma das áreas mais desprovidas de sistemas técnicos modernos e atividades economicamente dinâmicas, apresentando baixos índices de desenvolvimento humano. O norte de Minas foi responsável por 25% da produção nacional do fruto em 2009. Neste contexto, a investigação do referido SIAL apresenta como entraves a serem desvendados: a precariedade da integração territorial da referida região, influenciando produção, obtenção de insumos e escoamento dos produtos derivados do pequi, bem como a precariedade das redes de transporte e a distância dos grandes centros consumidores somadas ao fruto exótico vinculado a uma identidade territorial privada, assim gerando uma particular forma de comercialização dos produtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pietro de Almeida Cândido, Universidade Federal de Alfenas

Bacharelando em Geografia. Instituto de Ciências da Natureza. Universidade Federal de Alfenas.

Guilherme Cunha Malafaia, Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Doutor em Agronegócios. Professor da Universidade de Caxias do Sul – UCS. Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGA.

Marcelo Lacerda Rezende, Universidade Federal de Alfenas

Doutor em Economia Aplicada. Professor da Universidade Federal de Alfenas.

Referências

AFONSO, S. R. Análise Sócio-Econômica da Produção de Não-Madeireiros no Cerrado Brasileiro e o Caso da Cooperativa de Pequi em Japonvar, MG. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

AFONSO, S. R.; CARVALHO, I. S. H. de. A Cadeia Produtiva do Pequi no Norte de Minas Gerais. CDU 634.11(815.1). Brasília. 2009.

BORRAY, G. R. La Multifuncionalidad de los Sistemas Agroalimentarios Locales: Un análisis desde la perspectiva de tres casos en Colombia. In: Colloque Syal “Systèmes Agroalimentaires Localisè”: Produits, enterprises et dinamiques locales. Montpellier. Anais... Montpellier, France, 2002.

BOUCHER, F. et al. Globalización y Evolución de la Agroindustria Rural en América Latina: Sistemas agroalimentarios localizados. Serie documentos de trabajo PRODAR No. 10. Lima, Peru, 2000.

CARVALHO, I. S. H. de. Potenciais e Limitações do Uso Sustentável da Biodiversidade do Cerrado: um estudo de caso da Cooperativa Grande Sertão no Norte de Minas. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

DATAGERAIS. Índice Mineiro de Responsabilidade Social IMRS. 2007. Disponível em: http://www.datagerais.mg.gov.br. Baixado em 12 de dez de 2009.

FREDERICO, S. Formação Territorial de Minas Gerais. In: II Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico, 2, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 2009.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. FJP. Disponível em: http://www.fjp.gov.br Baixado em 12 de dez de 2009.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – SISTEMA IBGE DE RECUPERAÇÃO AUTOMÁTICA. IBGE – SIDRA. Valor da produção na extração vegetal por tipo de produto extrativo.2009. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/listabl.asp?c=290&n=0&z=t&o=1&i=P Baixado em 6 de dez de 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – SISTEMA IBGE DE RECUPERAÇÃO AUTOMÁTICA. IBGE – SIDRA. Quantidade produzida na extração vegetal por tipo de produto extrativo 2006 - 2009. Disponível em: http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/protabl.asp?c=289&z=p&o=25&i=P Baixado em 13 de dez de 2010.

LINS, H. N. Território, Cultura e Inovação: A ótica dos sistemas agroalimentares localizados. In: IX Encontro Nacional de Economia Política, 9, Uberlândia. Anais... Uberlândia, 2004.

MALAFAIA, G. C.; BARCELLOS, J. O. J. Sistemas Agroalimentares Locais e a Visão Baseada em Recursos: construindo vantagens competitivas para a carne bovina gaúcha. Revista de Economia e Agronegócio, v. 5, p. 25-50, 2007.

MUCHNIK, J. Sistemas Agroalimentarios Localizados: evolución del concepto y diversidad de situaciones. In: III CONGRESO INTERNACIONAL DE LA RED SIAL: Alimentación y Territorios, 3, Baeza, Espanha. Anais. Baeza, 2006.

OLIVEIRA, W. L. de. Ecologia Populacional e Extrativismo de Frutos de Caryocar brasiliense Camb. no Cerrado no Norte de Minas Gerais. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

REQUIER, D. D. Multifonctionnalité, territoire et secteur agroalimentaire: une approche par lês "systèmes agroalimentaires localisés". In: CAHIERS DU C3ED. Centre d’Economie et d’Ethique pour l’Environnement et le Développement. Cahier n°02-01. Jun, 2002.

ROCHA, M. G. et al. Dinâmica da Produção Extrativista de Pequi no Brasil. In: IX Simpósio Nacional Cerrado e II Simpósio Internacional Savanas Tropicais, 9, Brasília. Anais... Brasília, 2008.

SCHMITZ, H.; NADVI, K. Clustering and Industrialization: Introduction. World Development.v. 27. n. 9, p. 1503-1514, 1999.

SILVA, D. B. da et al. Frutas do Cerrado. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica. 2001. 178 p.

Downloads

Publicado

2015-03-08